WhatsApp Ligue agora

Tudo sobre emenda para cabos, (fios).

Considerando a parte prática da elétrica, uma das primeiras coisas que o eletricista tem de aprender é a realizar emendas. Mas ao contrario do que a maioria dos ditos profissionais em elétrica pensam, a emenda é uma das partes mais importantes de uma instalação, uma emenda executada de maneira errada pode prejudicar completamente uma instalação e causar muitos danos.

Deve-se iniciar sabendo os tipos de cabos e tipos de emendas possíveis. Existem dois tipos de cabos, os rígidos e os flexíveis. O cabo rígido é formado por apenas um fio de cobre (em alguns casos de alumínio), o cabo flexível é formado por vários fios de cobre (em alguns casos alumínio) em compensação esses fios são bem mais finos.

 

É importante entender que a seção do cabo (a grossura, ou espessura) é a mesma, seja o cabo rígido ou flexível, apenas diferindo na quantidade de fios que formam essa espessura. Como por exemplo, quando digo que um cabo tem 4,0mm² de espessura, independente do mesmo ser flexível ou rígido ele terá os mesmos 4,0mm² de espessura.

Para cada tipo de cabo há métodos específicos para realizarmos as emendas. Quando temos dois cabos separados e queremos uni-los em uma emenda nunca conseguiremos as mesmas características mecânicas de um cabo fundido, mas se bem executada uma emenda, essas diferenças podem ser minimizadas ao máximo.

Veja os tipos de emenda para cada tipo de cabo.

Emendas para cabos rígidos:

  • Emenda em prolongamento;
  • Emenda rabo de rato;
  • Emenda em derivação;

Emendas para cabos flexíveis:

  • Emenda em prolongamento;
  • Emenda em derivação;

Sempre que for possível deve ser feita o estanhamento dos cabos, o estanhamento é um processo em que o estanho penetra no cobre garantindo que esta emenda vai ser o mais próximo possível de um cabo fundido e desta maneira irá reduzir o aquecimento desta emenda.

Toda emenda é um ponto de aquecimento em uma instalação elétrica, alguns cuidados devem ser tomados, ao executar uma emenda, para minimizar este aquecimento:

  • A emenda deve ser bem apertada, utilizando sempre alicate para dar o aperto final;
  • Evitar área de contato da parte emendada com a capa plástica de isolação (reduzindo o aquecimento da capa plástica);
  • Um aperto demasiado pode romper o cabo que esta sendo emendado.
  • Para o cabo flexível no momento de decapar o cabo, deve ser tomado um cuidado extra com os fios finos para que eles não sejam danificados, pois isso diminui a quantidade de corrente que este cabo suporte aumentando o aquecimento.

Mais de 50% dos problemas em uma instalação elétrica são problemas com emendas. Problemas relatados por clientes, do tipo: Mal contato ao ligar ou desligar aparelhos, cheiro de queimado próximo a tomadas e lâmpadas piscando são indícios de problemas em emendas, esses problemas podem reduzir em muito a vida útil de aparelhos elétricos e eletrodomésticos alem da grande possibilidade de incêndio devido a aquecimento de emendas.

 

Fonte: www.mundodaeletrica.com.br

ENVIAR MENSAGEM
%d blogueiros gostam disto: